terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Crea/PI flagra cupins em local onde médico caiu e morreu no litoral

Inspeção do Crea (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) flagrou a estrutura comprometida com cupins na pousada onde o médico caiu da varanda ao fazer um selfie e ter morte cerebral. A reportagem conseguiu fotos que mostram o local do acidente e revela a proliferação de cupins.

Na véspera do réveillon, no dia 30 de dezembro, o casal de médicos da cidade de Rio Verde (GO) - obstetra Leânia Garcia Telles, 57, e o cardiologista Paulo César de Carvalho Telles, 57 - caiu de uma altura de cerca de três metros. Ela teve fraturas pelo corpo e sobreviveu, mas o marido morreu após 20 dias internado. 
Equipes de engenheiros do Crea farão amanhã vistorias na pousada Casa da Tartaruga, em Barra Grande, onde o casal caiu. Após a inspeção, o conselho poderá pedir a interdição do local se encontrar irregularidades. Os engenheiros também irão visitar hotéis e pousadas do Litoral para evitar novos acidentes.

“O foco é fazer uma visita nas pousadas, saber a estrutura delas, e acionar a prefeitura do município para as devidas providências”, disse o presidente do Crea, Paulo Roberto Ferreira de Oliveira. Assim que ocorreu o acidente, o presidente esteve na pousada verificando a estrutura do prédio. “Como toda casa próximo ao mar tem cupins, devido a proliferação dos fungos, é necessário um cuidado maior nesses locais, uma fiscalização mais rigorosa”, recomendou o presidente.

Família agradecida com a solidariedade
A filha do médico Natália Telles falou a  reportagem e agradeceu a atenção e o cuidado dos médicos do Hospital São Marcos, onde Paulo César esteve internado. Ela também destacou a solidariedade dos piauiense com sua família.

“Queremos agradecer o povo do Piauí, toda atenção no hospital São Marcos e a ajuda que todos nos deram. Queremos que tudo se resolva e só temos agradecer a solidariedade e o carinho”, disse Natália Telles. Hoje, a família está providenciado o deslocamento do corpo do médico para ser sepultado no município de Rio Verde, em Góias.

A reportagem tentou falar com direção da pousada, mas não conseguiu.

O delegado de Luís Correia, Christian Castro Mascarenhas, abriu inquérito e apura a morte do médico. Hoje pela manhã foi realizado perícia no local.
Fonte: CidadeVerde.com