sábado, 10 de dezembro de 2016

Jovem é morto e queimado em casa abandonada no Piauí

O Morador de rua Naldo Santos, 18 anos, que vivia de pequenos serviços autônomo foi assassinado na madrugada deste sábado (20) e teve o corpo queimado em uma casa na rua Pescador Raimundo Salmito, no dique do bairro Poti Velho na zona norte de Teresina.
O soldador Gilson Pereira disse que depois de assassinado, Naldo Santos teve o corpo queimado. O delegado Emerson Almeida e os agentes da delegacia de homicídios iniciaram as investigação sobre as causas e sobrem quem é o responsável pelo assassinato.
A vítima, algumas vezeis, ia para a casa da avó na Rua Emídio Rodrigues da Cunha, mas segundo informações morava mesmo na rua. O Chefe de investigação da delegacia de homicídios , Lucídio Melo afirmou que o corpo da vítima está completamente queimado e que não dá para saber se foi esfaqueado ou baleado. Gilson Pereira disse que Naldo Santos vivia nas ruas do bairro.
Aparentemente a casa é usada por dependentes químicos, está sem telhas, com muitas garrafas quebradas, cheias de latas de refrigerantes usadas para fumar crack. Os vigias não ouviram barulho de tiro e nem mesmo o fogo ateado na vítima. O delegado Emerson Almeida disse que Naldo Santos foi assassinado antes de ser carbonizado, ele disse que existe sangue esguichado nas paredes da casa onde ele foi encontrado. Segundo o delegado, há vestígios de violência, e que, aparentemente, ele foi assassinado por instrumento que a perícia criminal ainda vai identificar e , em seguida, foi carbonizado. “Preliminarmente nós estamos percebendo que foi uma morte com sinais de violência e depois carbonizado. Ele era morador de rua, dependente químico e segundo os vizinhos costumava praticar pequenos roubos na região”, declarou Emerson Almeida.
Segundo Emerson Almeida, delegacia de homicídios está investigando a hipótese da causa do homicídio ter sido uma briga motivada por rixa ou por débito a traficante de drogas. “Esses crimes costumam ter essas causas como brigas entre usuários de drogas ou cobrança de dívidas junto ao traficantes de drogas”, falou o delegado. O corpo de Naldo estava nu e completamente carbonizado.
A delegacia de homicídio foi informado do crime entre 7h30 e 8h deste sábado, mas o crime aconteceu na madrugada.
Fonte: Meionorte.com | Edição: SIM NOTICIAS