sábado, 10 de dezembro de 2016

Qual seria o seu "Codinome" na lista da Odebrecht ??? Caia na brincadeira e marque seus amigos

O SIM NOTICIAS também é entretenimento! Nas últimas horas surgiu uma lista de 'codinomes' de políticos nos esquemas investigados na operação lava-jato que teriam recebidos vantagens da Odebrecht. O caso é sério, e inclusive teria piauienses envolvidos. Confira a baixos codinomes citados na delação.

As inspirações são as mais diferentes:
O senador Romero Jucá (PMDB-RR), era conhecido como "Caju".
O deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA), era o "Missa". 
O senador José Agripino (DEM-RN), era o "Pino" ou "Gripado", em alusões ao sobrenome.

Os times de coração foram lembrados para os deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ), chamado de "Botafogo", e Marco Maia (PT-RS), o "Gremista".

Outros apelidos são curiosos, como o do senador, Renan Calheiros (PMDB-AL), o "Justiça", dos ministros Eliseu Padilha, o "Primo", e Moreira Franco, o "Angorá", todos do PMDB.

O senador Ciro Nogueira (PP-PI) era o "Cerrado". O ex-senador pelo PTB, Gim Argello, era conhecido como "Campari". O ex- senador pelo PT, Delcídio do Amaral, era o "Ferrari".

Tem ainda os ex-ministros Jaques Wagner, do PT, chamado de "Pólo" e Geddel vieira lima, do PMDB, o "Babel".

A lista da Câmara dos Deputados é variada. O deputado cassado, Eduardo Cunha, do PMDB, era o "Caranguejo". O deputado Duarte Nogueira (PSDB-SP) era conhecido como o "Corredor". Antônio Brito (PSD) tinha o apelido de "Misericórdia".

Arthur Maia (PPS) era o "Tuca". E tem ainda o deputado Heráclito Fortes (PSB-PI), o "Boca Mole". E o ex-deputado pelo PL Inaldo Leitão, conhecido como o "todo feio".
Roberto William | SIM NOTICIAS