terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Comandante da PM emite nota a sociedade parnaibana sobre caso do assalto à lotérica


Nota à sociedade parnaibana.

A polícia militar do Piauí é uma instituição muito grande, formada por homens e mulheres honrados e de bem, entretanto como é composta por seres humanos, é falível e susceptível a todas as mazelas e pecados da humanidade. Vez por outra acontece de se desvirtuarem comportamentos. Alguns membros da instituição podem se tornar, inesperadamente suspeitos de tomarem decisões que não se coadunam com a ética policial militar, com o decoro da classe, com as leis do país e com a retidão moral que se espera de um policial militar. Para esses momentos existem nossos órgãos correcionais administrativos, existe um duro código penal militar e existe um rígido código de processo penal militar para que se faça valer a lei, o devido processo legal, a ampla defesa e o contraditório. 
A soma das partes que compõem a instituição Polícia Militar do Piauí é maior do que o seu todo e jamais o eventual e isolado descaminho de um ou alguns terá o condão de macular a honra e o valor dos serviços e sacrifícios feitos pela grande maioria dos polícias militares. Neste momento todos os procedimentos apuratórios estão sendo realizados pela Polícia Militar e pela Polícia Civil, para se verificar quem está envolvido nos acontecimentos, sem nenhum corporativismo negativo seja policial ou não, pois neste momento não há convicção de autoria, doa em quem doer, seja com quem for, se necessário for cortar nossa carne, não haverá dúvidas ou receios em depurar e corrigir o que está errado, pois nosso compromisso é com a verdade, com as leis do país e com a sociedade.

Adriano de Lucena - Ten Cel PM
Cmt do 2° BPM