sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Marido pede divórcio após esposa o obrigar a fazer sexo oral durante seu período menstrual

Um homem em Agege, na Nigéria, entrou com o pedido de divórcio da esposa após ela o obrigar a fazer sexo oral durante seu período menstrual. Segundo Idongesit Etuk, de 38 anos, sua companheira Blessing exigiu que ele "sugasse seu sangue", além de acusá-la de estar em um culto secreto por conta de sua "nova preferência sexual". 
"Minha esposa é demoníaca. Por muitos anos elas vem insistindo para nós termos relações sexuais quando ela está durante seu período menstrual. Eu não tinha problemas no começo, porque ela é minha mulher e eu jurei amá-la", declarou o homem em frente à corte que julgava o caso. 
"Mas as coisas saíram de controle quando ela começou a insistir para que eu fizesse sexo oral. No começo eu não a levei a sério mas ela ameaçou pedir o divórcio e levar os nossos dois filhos com ela se eu não fizesse o que ela estava pedindo", completou Etuk. 
Embora as acusações, a esposa negou que tivesse forçado o marido e alegou que fez o pedido somente uma vez. Pais de duas crianças, o casal estava junto há 12 anos. "Por favor, eu estou cansado da união. Se ela não está em um culto secreto, como eu posso sugar o seu sangue quando eu já não tenho nenhuma laço espiritual com ela? A minha mulher também é abusiva e arrogante. Ela não tem respeito por minha família", disse ele ao juiz. 
Embora as súplicas da mulher, o nigeriano se mostrou determinado em seguir em frente com a separação.
Fonte: Rede TV | Edição: SIM NOTICIAS