terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Paulo Moroni desembarca para tentar duplo pentacampeonato com Picos

Paulo Moroni conquistou quatro vezes o Campeonato Piauiense: 2003 e 2009, com o Flamengo, e 2012 e 2013, com o Parnahyba.  Picos e Moroni agora estão juntos. Pode ser uma combinação perfeita para um duplo pentacampeonato. A Sociedade Esportiva de Picos detém quatro títulos estaduais: 1991, 1994, 1997, 1998.
- Se der, seria bastante interessante. Sempre se trabalha para isso, atingir o máximo. E a gente vem com esse intuito. Logicamente que a gente sabe que tem equipes muito bem estruturadas, como Altos e o River. (...) A gente vem com todo gás para tentar dar o melhor trabalho possível e o melhor resultado. 
O treinador desembarcou no início da tarde desta terça-feira (28) em Teresina, almoçou e seguiu de carro para Picos. Ele chegou para substituir Nivaldo Lancuna, que pediu demissão no domingo. 
Moroni disse que já havia conversado com a diretoria da SEP em outras ocasiões e agora surgiu a oportunidade para trabalhar no clube. Vai comandar o Zangão com a missão de colocar o clube entre os quatro semifinalistas do 1º turno do Campeonato Piauiense - hoje o time está fora da zona de classificação e com um jogo a mais que os rivais. 

- É uma situação diferente de começar o trabalho, mas a gente vem consciente da dificuldade que é a competição daqui. E tem no mínimo sempre quatro, cinco equipes estruturadas para ganhar o campeonato. 

Paulo Moroni acredita que a SEP tem possibilidade real de classificação nos jogos contra 4 de Julho e Piauí. Seu discurso é de tentar tirar o máximo do rendimento da equipe para recolocar o Zangão na briga pelo título. 
Sobre o plantel, o treinador gaúcho já trabalhou com pelo menos sete jogadores do elenco atual e quer observar os demais nos primeiros treinos, para depois avaliar se reforços são necessários. Moroni ressalta que é preciso levar em conta quem está disponível no mercado e o que o clube pode oferecer, mas a prioridade inicial é conhecer o grupo e garantir a continuidade do trabalho.
Fonte: Cidade Verde | Edição: SIM NOTICIAS