segunda-feira, 19 de março de 2018

Velocímetro de carro de luxo envolvido em acidente com dois mortos no PI trava a mais de 200km/h; PRF investiga

Painel do BMW travou na marca de 220 km/h. (Foto: Divulgação/ PRF)
Imagens dos velocímetros dos dois veículos de luxo que colidiram na manhã de domingo (18), cedidas pela Polícia Rodoviária Federal, mostram que os ponteiros travaram indicando velocidades muito altas, de mais de 200km/h. A PRF ainda apura se a velocidade é de fato aquela com a qual trafegavam no momento em que colidiram na BR-343, no trecho que liga as cidades de Campo Maior e Altos, a cerca de 80 km de Teresina.
De acordo com as imagens, o painel do automóvel BMW travou marcando 220 km/h, e o veículo da marca Volkswagen marcou 182 km/h. Segundo a PRF, os veículos têm uma tecnologia que trava os mostradores do painel no momento de uma colisão muito forte, o que possibilitou observar a velocidade no instante do impacto. O marcador é um dos indicativos para determinar a real velocidade no momento da batida.
Um vídeo divulgado na tarde de domingo (18) mostra ainda os carros passando no sentido Altos - Campo Maior onde é possível perceber a alta velocidades dos dois automóveis envolvidos no acidente.
Painel do automóvel Volkswagen travou em 182 km/h. (Foto: Divulgação/ PRF)
O inspetor Welendal Tenório disse que outros elementos deverão ser analisados em conjunto com estas informações para definir a dinâmica do acidente. “Temos que trabalhar todos os detalhes para ter uma definição mais real do que aconteceu lá no local”, comentou o inspetor Welendal, que foi cauteloso sobre a possibilidade de que os veículos estivessem envolvidos em um "racha”.
“Até o momento a gente não tem nenhuma comprovação de que houve algo assim. Eu estou em contato com o agente responsável pela ocorrência. O que nós podemos definir é que estavam em uma velocidade alta por causa da situação dos destroços", comentou o inspetor, acrescentando que os outros motoristas podem ser responsabilizados pelo que o superintendente chamou de "provocar uma competição".
Automóveis de luxo foram destruídos pela colisão. (Foto: Divulgação/ PRF)
Duas pessoas morreram no acidente. Segundo o superintendente Welendal, o acidente aconteceu porque um dos veículos bateu primeiro em um objeto fixo na pista, ainda não identificado, e o outro colidiu com a traseira deste.
Uma das vítimas que faleceu conduzia um dos veículos e a outra era passageiro do segundo carro. Eles foram identificados como Pedro Barbosa de Carvalho Filho, de 47 anos, e José Agenor Igreja Segundo. O condutor do segundo automóvel, identificado como apenas como João Neto, ficou gravemente ferido, foi resgatado e levado para um hospital particular em Teresina.
Fonte: G1 | Edição: SIM NOTICIAS