domingo, 31 de janeiro de 2016

Jovem é presa pela PM em Parnaíba com 5 Kg de maconha

Policiais Militares do Serviço Reservado do 2º Batalhão de Polícia Militar do Piauí e da Força Tática, sob orientação do major Adriano de Lucena, prenderam por volta das 10h30min deste sábado (30/01) uma jovem identificada como Raquel Rodrigues Carneiro, de 18 anos de idade. Na casa dela, na localidade Fazendinha, bairro Ilha Grande de Santa Isabel, em Parnaíba no litoral do Estado, a PM apreendeu 4,940 Kg de maconha prensada.
Antes da jovem ser presa, a polícia flagrou Francisco Paulo Barroso, de 41 anos, portando cerca de 357 gramas de maconha. Além deles, um adolescente foi apreendido com R$ 732,00 (setecentos e trinta e dois reais). Segundo o sargento da Força Tática, Fabriciane Monteiro, o menor seria um funcionário da “boca de fumo”.
“Ele é o verdadeiro aviãozinho, responsável por levar a droga e trazer dinheiro para a boca. É quase que comum a utilização de adolescentes no tráfico de drogas, pois os traficantes sabem que se o menor for flagrado com entorpecente, o máximo que pode acontecer é ele ser apreendido e conduzido para a delegacia. Todos nós sabemos que em pouco tempo ele será liberado”, disse o sargento.
Além da droga e do dinheiro, a PM apreendeu uma balança de precisão e uma motocicleta Honda Bros de cor preta, com placa OUC-9525 de Parnaíba (PI). Todo o material e os três presos foram levados para a Central de Flagrantes de Parnaíba, localizada no bairro São Benedito. Para a polícia, Raquel Carneiro informou que o entorpecente pertence ao namorado, conhecido como "Careca". 

Grandes apreensões
Esta é a terceira grande apreensão de drogas em menos de uma semana no litoral do Piauí. No dia 24 de janeiro (domingo), policiais militares da Força Tática de Parnaíba encontraram 47 Kg de crack enterrados na localidade Morada Nova dos Crentes, zona rural do município de Bom Princípio do Piauí. Já na noite dessa sexta-feira (30/01), a Polícia Federal interceptou um carro na BR-343 transportando 5 Kg de pasta base de cocaína.
“Cada vez mais as forças de segurança estão unidas com o único objetivo de desarticular o tráfico de drogas. Essas ações vão de encontro as nossas intenções de garantir tranquilidade aos foliões durante este período do carnaval. Com a polícia na rua, o bandido vai ter que procurar emprego. Quanto mais rápido eles entenderem isso, menos vezes serão presos”, ponderou o comandante do 2º BPM, major Adriano de Lucena.
Fonte: Kairo Amaral / Meio Norte