segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Vereador Geraldinho (PSB) disse que sofreu ameaças do Vereador Beto (PP) para votar em Neta

No meio de um clima tenso e de muitas negociações aconteceu a eleição para a mesa diretora do poder legislativo municipal de Parnaíba, neste domingo (1/1), duas chapas foram inscritas e disputaram o poder legislativo da segunda maior cidade do estado. Para quem esperava Carlson Pessoa, André Neves, Joãozinho do Detran, Irmão Marquinhos ou Joãozinho da Unimagem ficou surpreso com a indicação do grupo de Mão Santa.

Geraldinho (PSB), vereador mais votado do último pleito estava inscrito até minutos antes da votação na chapa da vereadora Neta Castelo Branco, porém uma conversa aconteceu e Geraldinho foi o nome escolhido para ser o candidato da base governista.
Embora Geraldinho já tivesse assinado um documento pela chapa de Neta, a democracia lhe permitia que trilhasse outro caminho, assim o vereador comunicou sua desistência antes de tudo acontecer ao vereador Ronaldo Prado (PPL) e só poderia apresentar a renúncia após o registro da chapa de Neta.

O Vereador Geraldinho fez em público uma denúncia no momento de declarar seu voto, segundo ele o vereador Beto (PP) teria lhe ameaçado. Geraldinho teria que votar na chapa de Neta Castelo Branco, caso contrário perderia uma indicação política oferecida por um deputado federal, o vereador teria se irritado com a atitude de Beto Teles e por isso resolveu voltar atrás e desistir de apoiar a chapa de Neta.
Muita tensão momentos antes do registro de chapas, pois até então ninguém sabia quem seria a indicação do grupo governista, segundo informações o secretário de governo Carlos Eduardo e a secretaria de infraestrutura Gracinhas Nunes Moraes Souza estaria afrente das conversas que deu mais uma vitória a Mão Santa.
Roberto William | SIM NOTICIAS