segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Dados mostram que aumentou o número de menores infratores no Piauí

Um dado da Secretaria de Segurança do Piauí mostra que do ano passado até agora, a quantidade de adolescentes infratores aumentou. Os números mostram que no ano de 2015, pelo menos 554 menores infratores foram apreendidos e em 2016 foram 579.
Alguns casos chamaram a atenção pelo grau de violência. Em 2016 o taxista José Wilson foi assassinado quando tentou fugir de um assalto no Centro da capital. O autor do crime seria um menor de apenas 16 anos. Em maio do ano passado quatro adolescentes foram apreendidos suspeitos de praticarem um estupro coletivo na cidade de Bom Jesus, no Sul do Piauí.
O Piauí possui apenas dois centros que deveriam ser de ressocialização, o Centro Educacional de Integração Provisória (Ceip), e o Centro Educacional Masculino (Cem), este último com capacidade para 60 internos.
A 2ª Vara da Infância e Juventude é responsável por quase todos os casos do estado envolvendo menores. No local que vive sobrecarregado trambalham um juiz, dois promotores e três delegadas, mas fica difícil para a equipe dar conta de tanto processo, já que por dia são realizadas cerca de 20 audiências.
“É preciso melhorar os órgãos responsáveis pelo acolhimento dos infratores. Eu conheço o Brasil inteiro, mas infelizmente aqui é uma mera apreensão. Se tivesse escola a altura para os menores refletirem sobre o que fez de errado isso seria diferente”, disse o juiz Antônio Lopes.
Fonte: G1 | Edição: SIM NOTICIAS