quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Polícia Civil deflagra ‘Operação Tsunami’ em Parnaíba e Teresina

Nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (22/02), a Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia Regional de Parnaíba, Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO) e Núcleo de Inteligência da SSP-PI (Núcleo de Parnaíba), com o apoio da Delegacia de Piracuruca, deflagrou a Operação Tsunami nas cidades de Parnaíba e Teresina.
As diligências iniciaram há cerca de dois anos, e ação tem como foco principal desbaratar uma organização criminosa voltada a realização de assaltos a residências de empresários, médicos, comerciantes e empresas.
Até o momento, dez pessoas foram presas, eles foram identificados como: Cristiano, Francisco, Marllon Sheldon, Jailson Capital, Cassio, Tárcia, Fabiano, Roberta, Eudismar (professor) e Lilian (esposa de Eudismar). Alguns dos indivíduos estão envolvidos ainda em crimes de estouros de caixas eletrônicos ocorridos na cidade de Luís Correia.
De acordo com informações da delegada Maria de Jesus, estão sendo apreendidos diversos materiais junto com os presos. “Alguns foram capturados na avenida Padre Raimundo José Vieira. Localizamos uma arma de fogo e uma balança de precisão”, declarou.
As investigações na região norte do Estado iniciaram através dos investigadores da Delegacia Regional de Parnaíba, juntamente com o Núcleo de Inteligência desta cidade, sendo realizados e produzidos diversos levantamentos dando conta que dois homens conhecidos por “Gêmeos” (Alan e Alex), atualmente reclusos na Penitenciária Irmão Guido-Teresina, vinham comandando a organização criminosa de dentro do estabelecimento prisional e se articulando com outros criminosos de Parnaíba e Teresina para a realização de assaltos no litoral.
Em relação ao GRECO, suas investigações visaram reprimir o arrombamento dos caixas eletrônicos ocorridos recentemente na cidade de Luís Correia, e em decorrência destas já foram cumpridos 12 mandados de prisão, sendo os 05 restantes cumpridos na presente data.
Pela coincidência entre alguns dos alvos investigados surgiu a necessidade de deflagrar a operação em conjunto e simultaneamente nas cidades de Parnaíba e Teresina para não prejudicar a eficácia das medidas. Estão sendo cumpridos nas duas cidades o total de 13 mandados de busca e apreensão e 18 mandados de prisão.
Fonte: Meio Norte | Edição: SIM NOTICIAS