quarta-feira, 5 de setembro de 2018

TRE-PI indefere registro de candidato a vice-governador e a deputado estadual

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) já iniciou o processo de análise dos pedidos de registro de candidaturas referentes ao pleito de outubro. Na manhã desta quarta-feira (05), o juiz Paulo Roberto de Araújo Barros decidiu por indeferir o registro de dois candidatos.
De acordo com a decisão do juiz, ficam impedidos de serem candidatos o Coronel Carlos Pinho (PSL). Ele é candidato a vice na chapa que tem como candidato a governador o empresário Fábio Sérvio (PSL) De acordo com o TRE-PI, ele não apresentou no tempo previsto documento comprovando a desincompatibilização do serviço público.
Outro candidato que teve o registro indeferido é o jogador de futebol Eduardo dos Santos (PHS). Segundo a decisão da Justiça consta uma ação civil pública na 7º Vara Cível de Teresina contra o jogador. A ação envolve uma dívida de empresa no nome de Eduardo com a Companhia Energética do Piauí.
A Justiça Eleitoral informa que os candidatos com registros indeferidos têm cinco dias para apresentar defesa. 
Renúncias
De acordo com informações da Justiça Eleitoral, até o momento nove candidatos comunicaram renúncia da candidatura. Os motivos são variados, mas a maioria decidiu desistir por problemas na documentação exigida pela Justiça Eleitoral. 
Entre os desistentes, quatro eram candidatos, um candidato a suplente e quatro a deputado federal. Os demais concorriam ao cargo de deputado estadual. O suplente que renunciou ao cargo é Breno Kaywy. Ele seria suplente do candidato a senador Elizeu Aguiar (PSL). 
Deferidos
Até o momento, o Tribunal Regional Eleitoral do Piauí deferiu o total de 48 registros de candidatura. Os nomes deferidos apresentaram a documentação existente e não possuem pendências com a Justiça e nem estão enquadrados na lei da ficha-limpa.
Entre os candidatos a governador, até o momento o Tribunal Regional Eleitoral deferiu apenas o pedido de registro da candidata do PSTU, Luciane Santos. Os demais ainda esperam julgamento da Justiça.
Fonte: Cidade Verde | Edição: SIM NOTICIAS