domingo, 19 de fevereiro de 2017

Piauí se prepara para realizar o primeiro transplante de fígado

O Piauí se prepara para realizar o primeiro transplante de fígado. O Estado atualmente realiza apenas dois tipos de transplantes: de rins e de córneas, mas as equipes da Central de Transplantes já terminaram o treinamento para a nova modalidade de transplante e aguarda apenas as adequações necessárias no Hospital Getúlio Vargas (HGV) para iniciar os trabalhos. 
"Nossa equipe está pronta. Foi feito um treinamento em São Paulo e agora nosso problema é só a estrutura. Estamos aguardando a conclusão da reforma do HGV e falta muito pouco para conseguirmos tudo o que é exigido pelo Ministério da Saúde. A vistoria é muito minuciosa, mas estamos confiantes de, ainda neste ano, o Piauí realizar o primeiro transplante de fígado", afirma a coordenadora da Central de Transplantes do Piauí, Lourdes Veras.
Em 16 anos, o Piauí realizou 2.272 transplantes - um número muito baixo diante das centenas de pessoas que esperam na fila por um órgão. Na Revista Cidade Verde desta quinzena, que já está nas bancas, a coordenadora explica os entraves no avanço dos transplantes no Piauí e como funciona a captação de órgãos e tecidos no Estado.
Fonte: Cidade Verde | Edição: SIM NOTICIAS